— Grupo de pesquisa "Jovens/Juventudes"

Uma leitura imprescindível sobre o fenômeno dos rolezinhos

O artigo “Rolezinho, mais simples do que parece”, de Gil Marçal (ex-coordenador do Programa VAI e atualmente dirigente da área de Cidadania Cultural da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo) é fundamental para compreendermos tanto o recente fenômeno dos rolezinhos quanto a vida de parte dos jovens das nossas periferias. Recomendo.